Categorias

domingo, 2 de agosto de 2009

Como controlar nosso temperamento

Nosso temperamento é parte permanente de nossa personalidade, e ele ficará conosco do começo ao fim. Ele poderá modificar-se um pouco durante certos períodos de nossa vida, à medida que amadurecemos, passando da infância à juventude, e daí para a vida adulta.

Desfrute das riquezas dos pontos positivos de seu temperamento; depois, peça a Deus para ajudá-la a modificar os negativos, para que você se torne mais cheio do Espírito Santo, e mais semelhante a Cristo. Estes pontos negativos que impedem nosso bom relacionamento com Cristo são pecado. Sempre que cedemos a um deles, podemos ter certeza de que entristecemos o Espírito Santo ou o extinguimos. E isso é pecado.

Ser cheio do Espírito Santo é uma necessidade não somente pelo fato de que precisamos do Poder Sobrenatural para uma vida de testemunho cristão, mas também pelo fato de que os temperamentos possuem fraquezas que não podem ser superadas apenas pela força de vontade

Na visão do Senhor Deus o homem não precisa sofrer pelas ciladas que as fraquezas dos temperamentos causam. Ele preparou um meio de superar tais faltas, vencendo-as pelo Enchimento do Espírito. Um homem cheio do Espírito não conhece as fraquezas do temperamento que possui. Em lugar deles, recebe nove forças absolutamente novas e espirituais que lhe garantirão plena força. Os nove gomos do fruto do Espírito são, sem substituto, o remédio Divino e eficaz para as fraquezas dos Temperamentos.


"E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção. Longe de vós toda a amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda a malícia. Antes sede para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus em Cristo vos perdoou." (Efésios 4:30-32).


O homem deve compreender que se não entregar o controle de sua vida (Temperamento) para o Espírito Santo, poderá viver uma vida hipócrita, com máscaras, infeliz e, sobretudo improdutiva.Enquanto abrigarmos o pecado em nosso coração, não poderemos esperar que Ele nos dê vitória sobre as fraquezas.



"Se eu no coração contemplara a vaidade, o Senhor não me teria ouvido" (Salmos 66:18)

É de suma importância que o Espírito Santo assuma o controle da vida do crente. Maravilhosos benefícios estão esperando o crente que deseja ser Cheio do Espírito Santo.


"Evitai que alguém retribua a outrem mal por mal, pelo contrário, segui sempre o bem, entre vós, e para com todos. Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não apagueis o Espírito." (I Tessalonicenses 5:15-19)


A primeira coisa que temos a fazer é seguir as instruções que nos são dadas em I João 1:9: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."


Toda vez que entristecermos o Espírito Santo ou abafarmos a sua chama, precisaremos confessar o nosso pecado, e depois agradecer a Deus pelo seu perdão e restauração. Sigamos a orientação de Paulo em Efésios 5:18, que nos diz para nos enchermos do Espírito Santo: "E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito."


Isto significa ser dominado ou controlado pelo Espírito. Um dos mais difíceis aspectos dessa questão da plenitude do Espírito Santo é nossa incapacidade de entender o verdadeiro significado da palavra "cheio".



Temos a tendência de pensar num copo ou recipiente qualquer, mas não é isso que as Escrituras querem dizer quando comparam um crente cheio do Espírito a um bêbado que se acha sob o efeito do vinho. O bêbado não está realmente cheio de vinho; ele é dominado por ele. Seus movimentos vacilantes e hesitantes são desconexos porque ele está dominado pelo álcool.


Da mesma forma, o crente pode ser controlada pelo Espírito Santo. Isto é, ao invés de manifestar as fraquezas de seu temperamento, ela dará o fruto do Espírito - amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Mas precisamos nos dispor a largar mão de nós mesmas e sermos controladas por Deus, e fazer de nossa vida aquilo que o Espírito Santo desejar. Temos de pedir a sua plenitude e agradecer a Deus pelo que ele irá realizar em nós, crendo que ele o fará.


Respiração Espiritual

Pela fé você pode continuar a experimentar o amor de Deus e Seu perdão.

Se você percebe que algo em sua vida (atitudes ou ações) desagrada a Deus, mesmo que esteja andando com Ele e sinceramente deseje serví-lo, agradeça a Deus o perdão dos seus pecados - passados, presentes e futuros - mediante a morte de Cristo na cruz. Pela fé receba o amor e perdão de Deus e continue a ter comunhão com Ele.

Se você retomar o trono de sua vida através de algum pecado - o que é um ato definido de desobediência - respire espiritualmente.

Respiração Espiritual

(exalando o que é impuro e inalando o que é puro) é um exercício de fé que permite a você continuar a experimentar o amor e o perdão de Deus.

1. Exale - confesse o pecado - reconheça que este pecado (ou pecados) é errado e desagrada a Deus e agradeça-lhe pelo seu perdão, de acordo com

1 João 1:9 <http://www.biblegateway.com/passage/?search=1%20john%201:9;&version=37;> e Hebreus 10:1-25 <http://www.biblegateway.com/passage/?search=hebrews%2010:1-25;&version=37;>. A confissão também envolve arrependimento - uma mudança de atitude que gera um mudança de ação.

2. Inale - submeta o controle de sua vida a Cristo e pela fé aproprie-se da plenitude do Espírito Santo. Confie em que agora Ele o dirige e fortalece de acordo com a ordem de

Efésios 5:18 <http://www.biblegateway.com/passage/?search=ephesians 5:18;&version=37;>, e a promessa de 1 João 5:14,15 <http://www.biblegateway.com/passage/?search=1%20john%205:14,15;&version=37;>.

http://www.greatcom.org/portugues/spirit.htm

O Temperamento Cheio do Espírito Santo

Ser cheio do Espírito Santo, não é somente recebe o poder sobrenatural para operação de maravilhas em Nome do Senhor ou autoridade para testemunhar de modo magnífico. Ser cheio do Espírito é, sobretudo encher-se das qualidades e forças do Espírito Santo que devem demonstrar que somos de Cristo e não somente falamos em Nome dele. Ser cheio do Espírito é manifestar ao mundo as características do caráter de Cristo. Ser cheio é permitir que através de nós o mundo veja a pessoa bendita do Senhor Jesus.

1. Ser cheio do Espírito é um mandamento para todos

- Efésios 5:17-21

Todos os crentes devem ser cheios do Espírito Santo. Não é opção, é mandamento.


2. Ser cheio do Espírito não é a mesma coisa que senti-lo


Podemos sentir o Espírito Santo. Especialmente quando Ele se move na igreja.

Mas sentir o Espírito Santo e ser cheio Dele são fatos separados.

Sentir - diz respeito à alegria de perceber, espiritualmente Sua presença e atuação.

Ser cheio - diz respeito a ser um instrumento humano para demonstrar ao mundo como Jesus Cristo é.

Sentir é herança dos filhos.

Ser cheio implica em uma atuação ao mundo e às pessoas.

Alguém deve ser considerado cheio do Espírito Santo não quando demonstra sentir a presença Dele, mas quando apresenta o fruto do Espírito em sua vida diária.

3. Ser cheio do Espírito Santo é ver em si mesmo as fraquezas do temperamento serem vencidas


Como já foi observado, a fraqueza de cada temperamento pode ser vencida pelo controle do Espírito Santo. Para cada fraqueza do Colérico o Espírito Santo tem uma maravilhosa virtude para compensar e vencer a fraqueza.

Ser cheio do Espírito é o modo maravilhoso que o Senhor Deus escolheu para imprimir no crente a personalidade de Seu Filho Jesus. Nascemos do primeiro Adão e carregamos todos os seus defeitos e virtudes. Agora Deus quer que sejamos semelhantes ao segundo Adão, e espera de forma especial que tenhamos as virtudes deste segundo Adão que é Cristo.

4. Ser Cheio do Espírito Santo é manifestar o Fruto do Espírito


É pelo fruto que se conhece a árvore. Isto nos ensinou o Senhor Jesus. Se formos de Cristo então todos esperarão frutos dignos da árvore a que pertencemos.

Ser Cheio do Espírito é possuir este fruto. É não ser uma figueira seca, mas, com fruto. Fruto que demonstra a todos nossa origem.

http://br.share.geocities.com/pedraviva2001/temperamentos.htm

http://www.cantacuritiba.kit.net/mulher/temperamento.htm

Enviado por Rubiana de Oliveira

Um comentário:

princesa de Jeová disse...

Nossa isto me ajudou muito.Eu herdei do meu pai o temperamento dificil,a impaciência e muitas das vezes a ira,os palavrões.Mesmo eu sendo convertida e nascida em berço evangélico eu achava que tinha que ser assim mesmo,mas um belo dia resolvi ler a palavra pra valer(o que eu nao tinha costume)e o espirito preencheu minha alma e me tornei paciente e doce como Jesus....